• Página Inicial
  • Palestra
  • Como correu...
  • Herói da semana
  • Vilão da semana
  • Entrevista
  • Coincidências a mais...

    31/10/2013
    Antes do clássico:

    FC Porto-Sporting: PSP identifica 100 agressores

    Cerca de 100 homens de preto, a maioria com tatuagens do Sporting (segundo a polícia), "invadiram" a Alameda do Dragão a baixo, agredindo qualquer civil que aparecesse para conseguir chegar às imediações do estádio e conseguir o seu propósito: a violência.

    A investida foi falhada, com um menor número de Portistas a fazerem-se valer, demonstrando a força do norte. No entanto, muitos ficaram feridos, seja de que lado for.

    Refira-se que os agressores, foram todos ver o jogo, mais tarde...
     -------------------

    Poucos dias após o clássico:

    Bruno de Carvalho (foto ASF)

    O presidente dos verdes, numa medida comercial (apesar de ele dizer que não, todos sabemos...), retira o número 12 de todas as camisolas que o tinham, como forma de homenagear os adeptos.

    E que bela forma de homenagear os adepto, hem? Momentos (poucos dias) depois do jogo, ainda no rescaldo da violência, Bruno homenageia os seus adeptos, os mesmo que agrediram inúmeros adeptos que apenas queriam ver a sua equipa dar 3-1, numa boa exibição, nos fanfarrões de inicio de época, em Portugal.

    Como correu...: F.C.Porto 1 - 0 Trofense

    20/10/2013
    foto1
    No jogo de ontem, e após as seleções, chegou a vez do Porto se estrear na presente edição da Taça de Portugal. Com uma vitória, claro está.

    Sim, foi uma vitória, mas não deveríamos ter jogado melhor contra o último classificado da II Liga? Sim, e nem a extrema mudança de jogadores, é desculpa. Foi mais um jogo na linha dos últimos encontros, ou seja, um jogo em que não jogamos da melhor maneira, e que o poder ofensivo não anda de acordo com o que se pretende. Pelo menos, com o que nós (adeptos) pretendemos...

    No encontro de ontem, gostei particularmente do Ricardo. Tanto a extremo, como a possível lateral, parece-me ser um jogador a ter em conta com a, boa, particularidade de que é português, um aspeto sempre positivo para a nossa nação. Também me agradou a exibição de Carlos Eduardo, um jogador algo desconhecido ainda da generalidade dos adeptos mas que pode ser uma mais-valia, e Kelvin, que, apesar de tudo, penso que pode merecer uma oportunidade na A, algo que lhe tem vindo a escapar. Ainda por cima, com a falta notória de extremos que temos vindo a ter...

    Avizinham-se jogos complicados, como o Zenit, na terça, e o Sporting, no próximo fim-de-semana, todos em casa. Primeiramente, espero uma vitória acima de tudo, mas é necessário inverter o que tem vindo a acontecer e começar a jogar melhor, antes que piore tudo.

    Dualidade de Critérios

    15/10/2013
    Tentem notar as diferenças  

    Caso 1:
     

    Nota: No jogo frente ao Paços, é notória a cuspidela de Enzo Perez.

    Veredicto: Nenhum castigo aplicado.

    Caso 2:



    Nota: Mais um episódio de violência por parte de Jorge Jesus, desta vez frente aos stewarts do jogo com o Vitória, após uma pequena invasão de campo. Numa tentativa de recuperar os adeptos, JJ arriscou uma pena que podia ir até alguns anos de prisão.

    Veredicto: Nenhum castigo aplicado, até ao momento. Mais pormenores em períodos sem jogo...

    Caso 2:

    Josué suspenso por um jogo devido a cuspidela

    Nota: Nas imagens do jogo, não é perceptível que Josué tenha cuspido no jogador do Paços, e não houve sequer confusão durante o seguimento do acontecido.

    Veredicto: Castigo de 1 jogo.
    ------------------------

    Parece que os culpados para justiça desportiva são sempre os azuis.

    120 anos

    28/09/2013


     Obrigado Porto pelos 120 anos de alegrias

    (Pós-jogo de ontem ainda hoje e fotogaleria a celebrar o aniversário do F.C.Porto amanhã)

    Sinal de melhoria?

    24/09/2013


    Aperta com eles, Paulo!




    Como correu...: Estoril x F.C.Porto.


    Imagem


    Não há muito a dizer sobre este jogo que não tenha sido dito no anterior, portanto irei ser breve.

    Outro jogo com uma má exibição, este com a notória diferença de não termos vencido, aquilo que faz a diferença neste desporto. Jogo globalmente fraco da nossa parte, diferindo da grande partida do Estoril,  que tem vindo a fazer uma boa época, não condizente com a educação do treinador adversário.

    Marcamos por intermédio de Licá, após um erro de bandeira do adversário, e de Jackson com uma brilhante finalização, apesar dos falhanços consecutivos. Por falar em falhar, neste capítulo destaca-se Varela que nos podia ter dado a vitória. Por outro lado, Luís Leal podia-nos ter tirado o ponto. Apesar de tudo continuamos isolados na frente, mas algo tem de mudar.

    Agora convém dar o devido destaque à péssima exibição do árbitro, que mesmo não servindo de desculpa, condicionou, e de que maneira, a legalidade do encontro, tendo atribuído dois golos ilegais ao Estoril, que nos tiraram a vitória. Convém referir a expulsão perdoada a Otamendi.

    Melhor em campo: Lucho (brilhante, apesar de tudo, como tem vindo a ser)

    Palestra: Estoril x FC Porto

    21/09/2013
    Imagem
    Foto cedida pelo @FCPorto24
    Após a jornada europeia inaugural, voltamos aos confrontos a contar para a liga. Após 4 vitórias no mesmo número de jogos, o FC Porto visa permanecer invencível desde que se iniciou a época desportiva.

    O confronto deste domingo, irá se realizar no Estádio António Coimbra da Mota, local do Estoril, um adversário que se adivinha bastante complicado fruto da boa temporada transata e de bons resultados na presente época. O Estoril também teve uma jornada europeia, onde conseguiu dar uma boa réplica, apesar de ter perdido frente ao Sevilha por 1-2. A contar para o campeonato, encontra-se atualmente no 4ºlugar da tabela classificativa, com 2 vitórias, 1 derrota e 1 empate. A equipa liderada por Marco Silva promete ser um adversário de respeito, que não deve ser menosprezado.

    No que concerne ao nosso clube, com a vitória em Viena, com as dificuldades referidas na passada crónica, serviu de aviso de que não se deve menosprezar qualquer adversário, independentemente do nome em questão. Estamos atualmente no 1ºlugar, isolados, e pretendemos permanecer aqui até ao final do campeonato (desde que se acabe em primeiro lugar), e para tal, será necessário ultrapassar este perigoso adversário, num terreno difícil.

    Lista de convocados: Helton e Fabiano; Danilo, Alex, Mangala, Otamendi, Reyes; Herrera, Defour, Lucho, Fernando, Quintero; Ricardo, Varela, Josué, Licá, Jackson e Ghilas.

    Como correu...: Austria Wien 0 - 1 FCPorto

    20/09/2013



     Foi complicado. Muito complicado de conquistar estes 3 pontos. Complicado porque não se estava à espera que jogássemos tão mal; não se estava à espera que o Austria Wien desse tanta luta; não se estava à espera que tão poucas bolas chegassem ao Jackson.

    Uma exibição inquietante ao longo dos 90 minutos, é a síntese mais básica deste jogo. Uma primeira parte perturbadora, que enervava qualquer adepto do nosso Porto, seja pelas precárias oportunidades de golo, seja pelas facilidades concedidas ao adversário. Na segunda parte, houve um ligeiro ascendente da nossa parte, mas nada que se compare a outras exibições.

    O momento chave foi mesmo o golo, na única (!) oportunidade mais flagrante de todo encontro, da nossa parte, claro está. Após um excelente passe de Lucho, Danilo conduziu bem a jogada assistindo de volta para El Comandante finalizar.

    No final de contas, apesar de todas as adversidades: 1 jogo e 1 vitória. As boas exibições vêm com o tempo. Assim esperamos...